GABRIEL DELANNE

 O PROPAGADOR DO ESPIRITISMO NO MUNDO

(1857 - 1926)

 

OBRAS COMPLETAS DE GABRIEL DELANNE

EM E.BOOK

GRÁTIS PARA ABAIXAR

 

 

 

Um menino que foi chamado François-Marie-Gabriel Delanne, filho de Alexandre Delanne, amigo íntimo de Allan Kardec.

Um dia o Codificador tomou esse menino, colocou-o em seu colo e vaticinou:

 “– Este menino um dia será uma personalidade de destaque no Espiritismo.”

E acertou porque com apenas 28 anos publicou a sua primeira obra intitulada, O Espiritismo Perante a Ciência, nos idos de 1885, 16 anos após a desencarnação de Allan Kardec.

Gabriel Delanne, que foi criado em ambiente espírita, mostrou a estreita relação entre a Ciência e a espiritualidade, unindo, através de sua palavra clara e objetiva, a ciência, a filosofia e a moral espírita.

O Menino Gabriel Delanne aos 8 anos de idade

Vossos filhos e vossas filhas profetizaram

O Sr. Alexandre Delanne, que muitos de nossos leitores já conhecem, tem um filho de oito anos.

Esse menino, que a todo instante ouve falar de Espiritismo em sua família, e que muitas vezes assiste às reuniões dirigidas por seu pai e sua mãe, foi, assim, iniciado muito cedo na doutrina, muitas vezes surpreendendo pela justeza com que raciocina seus princípios.

Isto nada tem de espantoso, pois é apenas o eco das idéias com que foi embalado.

Também não é o objetivo deste artigo: é apenas para entrar no assunto do fato que vamos relatar e tem seu propósito nas circunstâncias atuais.

As reuniões do Sr. Delanne são graves, sérias, e conduzidas com perfeita ordem, como devem se todas aquelas nas quais se quer colher frutos. Embora as comunicações escritas nelas ocupem o primeiro lugar, aí também se cuida de manifestações físicas e tiptológicas, mas como ensinamento e jamais como objeto de curiosidade. Dirigidas com método e recolhimento, e sempre apoiadas em algumas explicações teóricas, estão, pela impressão que produzem, habilitadas a levar à convicção.

É em tais condições que as manifestações físicas são realmente úteis. Falam ao Espírito e impõem silencio à zombaria.

A gente se sente em presença de um fenômeno, cuja profundeza se entrevê, e que afasta até a idéia da brincadeira. Se estes tipos de manifestações, de que tanto se tem abusado, fossem sempre apresentados dessa maneira, e não como divertimento e pretexto para perguntas fúteis, a crítica não as teria acusado de charlatanice. Infelizmente, muitas vezes deram ensejo a isto.

O filho do Sr. Delanne muitas vezes se associava a essas manifestações e, influenciado pelo bom exemplo, as considerava como coisa séria.

Um dia se encontrava com uma pessoa de suas relações e brincava no pátio da casa com sua priminha, de cinco anos, dois meninos, um de sete, outro de quatro anos. Uma senhora que morava no térreo os compeliu a entrar em sua casa e lhes deu bombons. As crianças, como se pode imaginar, não se fizeram rogadas.

A senhora perguntou ao filho do Sr. Delanne:

P. – Como te chamas, meu filho?

Resp. – Eu me chamo Gabriel, senhora.

P. – Que faz teu pai?

Resp. – Senhora, meu pai é espírita.

P. – Não conheço esta profissão.

Resp. – Mas, senhora, não é uma profissão. Meu pai não é pago para isto; ele o faz com desinteresse e para fazer o bem aos homens.

P. – Menino, não sei o que queres dizer.

Resp. – Como! Jamais ouvistes falar das mesas girantes?

P. – Muito bem, meu amigo, gostaria que teu pai estivesse aqui para as fazer girar.

Resp. – É inútil, senhora; eu mesmo tenho o poder de as fazer girar.

P. – Então, queres experimentar e me fazer ver como se procede?

Resp. – Com muito gosto, senhora.

Dito isto, ele se senta ao pé da mesinha da sala e faz sentar os seus três amiguinhos; e eis os quatro, gravemente pondo as mãos em cima. Gabriel fez uma evocação em tom muito sério e com recolhimento. Mal terminou, e para grande estupefação da senhora e das crianças, a mesinha ergueu-se e bateu com força.

– Perguntai, senhora, quem vem responder pela mesa.

A vizinha interroga e a mesa soletra as palavras: teu pai.

A mulher torna-se pálida de emoção. E continua: Pois bem! dizei, meu pai, se devo enviar a carta que acabo de escrever? – A mesa responde: Sim, sem falta. – Para provar que realmente és tu, meu pai, que estás aqui, poderias dizer-me há quantos anos estás morto?

– Logo a mesa bate oito pancadas bem acentuadas. Era justamente o número de anos. – Poderias dizer o teu nome e o da cidade em que morrestes? – A mesa soletra os dois nomes.

As lágrimas jorraram dos olhos daquela senhora que, consternada por esta revelação e dominada pela emoção, não pôde mais continuar.

Seguramente este fato desafia toda suspeita de preparação do instrumento, de idéia preconcebida e de charlatanismo. Também não se podem pôr os dois nomes soletrados à conta do acaso. Duvidamos muito que esta senhora tivesse recebido tal impressão numa das sessões dos Srs. Davenport, ou qualquer outra do mesmo gênero. Aliás, não é a primeira vez que a mediunidade se revela em crianças, na intimidade das famílias. Não é a realização daquelas palavras proféticas: Vossos filhos e vossas filhas profetizarão? (Atos dos Apóstolos, 2:17).

Revista Espírita publicada por Allan Kardec em Outubro de 1865

Canal Jorge Hessen: O Espiritismo De Kardec Aos Dias De Hoje - Filme Completo  (Documentário Produzido pela Federação Espírita do Brasil)

Canal Jorge Hessen: Documentário BBC - A Ciência e as Sessões Espíritas (Documentário produzido pelo respeitado canal de televisão britânico BBC, no qual temos o resgate histórico daqueles foram os mais extraordinários eventos do século XIX: as manifestações espirituais, das quais brotaram, além da Doutrina Espírita, as grandes e revolucionárias invenções tecnológicas na âmbito das telecomunicações, como o rádio e a televisão)

Fontes: Centre Spirite Lyonnais Allan Kardec

Fontes: l'Encyclopédie Spirite

"O Espiritismo deixa de parte as teorias nebulosas, desprende-se dos dogmas e das superstições e vai apoiar-se na base inabalável da observação científica; os próprios positivistas poderão declarar-se satisfeitos com as provas que fornecemos à discussão, porque elas nos são trazidas pelos maiores nomes de que se honra a ciência contemporânea.

Há 50 anos que essa doutrina reapareceu no Mundo, foi submetida a críticas apaixonadas, a ataques muitas vezes desleais. Seus adeptos foram escarnecidos, ridicularizados, anatematizados; quis-se fazer deles os últimos representantes da feitiçaria; entretanto, apesar das perseguições, acham-se na hora atual mais numerosos e mais poderosos do que nunca; encontram-se, não entre os ignorantes, mas entre os esclarecidos; escritores, artistas, sábios.

O Espiritismo se espalha no Mundo com rapidez inaudita; nenhuma filosofia, nenhuma religião tomou tão considerável desenvolvimento em tão curto tempo."

Gabriel Delanne "O Espiritismo Perante a Ciência"

 

RELAÇÃO DAS BIOGRAFIAS PARA DOWNLOAD

 

Biografia de Alexandre Delanne e Marie Alexandrine Didelot (Os pais de Gabriel Delanne - Os Pioneiros do Espiritismo na França)

 

00 - Biografia Resumida de Gabriel Delanne

 

01 - Paul Bodier/Henri Regnault - Gabriel Delanne - Sua Vida, Seu Apostolado e Sua Obra

 

RELAÇÃO DE OBRAS PARA DOWNLOAD

 

00 - Conteúdo resumido das obras de Gabriel Delanne

 

01 - Gabriel Delanne - A Alma é Imortal

 

02 - Gabriel Delanne - A Evolução Anímica

 

03 - Gabriel Delanne - A Reencarnação

 

04 - Gabriel Delanne - O Espiritismo Perante a Ciência

 

05 - Gabriel Delanne - O Fenômeno Espírita

 

06 - Congresso Espírita de Londres ano 1898 por Gabriel Delanne

 

07 - Congresso Espírita de Liège ano 1905 por Gabriel Delanne

 

08 - Gabriel Delanne - Pesquisas sobre Mediunidade

 

09 - Gabriel Delanne - G. Bourniquel - Escutemos os Mortos

 

10 - Gabriel Delanne - Revue Scientifique et Morale du Spiritisme (Fr.) (Fascículos das Revistas Espíritas em idioma francês que compreendem entre os anos de 1896 a 1908)   

 

11 - Gabriel Delanne - Les Apparitions Matérialisées des Vivants et des Morts - Tome I / Tome II

 

Baixar todas as obras de Gabriel Delanne no arquivo zipado