Simoni Privato Goidanich

a fiel escudeira de allan kardec

A GRANDE pesquisadora ESPÍRITA INCANSÁVEL

A dedicada trabalhadora da seara de cristo

(1969 -    )

 

COMEMORAÇÃO

150 anos de A Gênese

O Resgate Histórico DE A Gênese

(ADULTERAÇÃO DA OBRA DE ALLAN KARDEC)

 

palestrante

SIMONI PRIVATO GOIDANICH

O LEGADO DE ALLAN KARDEC

(LANÇAMENTO DA OBRA TRADUZIDA)

 

Ccdpe/USE-SP - Lança O Livro “O Legado De Kardec”

 

USE-SP/Ccdpe - Lança O Livro “O Legado De Kardec”

 

EDITORA MUNDO MAIOR

(Edição USE-SP e CCDPE - EDITORA MUNDO MAIOR)

Biografia de Simoni Privato:

- Bacharela em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

- Mestre em Direito Internacional pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

- Prêmio Alexandre de Gusmão (primeiro lugar no concurso nacional de monografias sobre diplomacia realizado em 1994 pela Fundação Alexandre de Gusmão do Ministério das Relações Exteriores).

- Diplomata brasileira.

- Curso de extensão universitária na área de governo na Harvard University (bolsa-prêmio recebida pelo destacado desempenho no Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores).

- A serviço do governo brasileiro, já residiu nos Estados Unidos, no Uruguai e no Equador. Nos países onde tem residido, dedica-se ao trabalho no movimento espírita.

- Escritora e expositora espírita.

- Autora de artigos publicados em periódicos espíritas e dos livros: El legado de Allan Kardec; Divulgación del Espiritismo: Enseñanzas del ejemplo de José María Fernández Colavida; Mediumnidad y Pases: Preguntas y Respuestas; Oratoria a la Luz del Espiritismo.

- Organizadora e tradutora da trilogia Revista Espírita - Periódico de Estudios Psicológicos: Colección de Textos de Allan Kardec.

- Coautora do livro Pases a la Luz del Espiritismo.

- Apresentadora do programa Reflexiones Espíritas, da Rádio Bezerra Online, de Miami.

- Reside atualmente em Montevidéu, Uruguai, com seu marido, que também é diplomata, e seus dois filhos. Trabalha no Centro Espírita Redención e colabora com a Federación Espírita Uruguaya.

a adulteração da obra de Kardec

A GÊNESE

 

Entrevista Simoni Privato

POR Eliana HAddad

Por que se interessou em pesquisar as alterações de A Gênese?

Simoni Privato: Em matéria doutrinária, o que afirmamos deve estar muito bem fundamentado, ainda mais com relação a um tema tão relevante, como é o caso do conteúdo definitivo de uma obra fundamental do espiritismo. Meu único propósito foi encontrar a verdade. Não parti de nenhuma opinião pessoal ou ideia preconcebida. Concentrei-me nos fatos, nas provas e nos ensinamentos doutrinários.

Em qual edição foram feitas as alterações?

Simoni Privato: As alterações do texto publicado por Allan Kardec em La genèse, les miracles et les prédictions selon le spiritisme foram feitas na quinta edição, depositada legalmente em 23 de dezembro de 1872 perante as autoridades francesas, ou seja, mais de três anos depois do falecimento de Allan Kardec. As quatro edições anteriores, todas datadas de 1868, têm o mesmo conteúdo – e é esse o conteúdo definitivo da obra.

Mas não existe a possibilidade de o depósito legal ter sido feito bem depois da publicação da quinta edição?

Simoni Privato: Antes da impressão e, portanto, do depósito legal, deveria ser feita uma declaração de que se pretendia imprimir a obra. Segundo os documentos dos Arquivos Nacionais da França, o registro da declaração de que se pretendía imprimir a obra foi feito perante o Ministério do Interior em 19 de dezembro de 1872 pela gráfica Rouge Frères, Dunon et Fresné.

Quais foram as principais alterações?

Simoni Privato: São tão numerosas as alterações que é muito difícil especificar quais seriam as principais. Henri Sausse mencionou 126 passagens que foram modificadas, acrescentadas ou suprimidas. Entre as muitas modificações que sofreu o capítulo 18, por exemplo, está a eliminação de todos os sete parágrafos do item 20 (presente nas quatro edições publicadas por Allan Kardec), que trata do papel do espiritismo na regeneração da humanidade. Também foram eliminados três parágrafos sobre o desaparecimento do corpo de Jesus, no capítulo 15.

No capítulo 10, foi acrescentado um parágrafo final no item 23 sobre a geração espontânea,no lugar do parágrafo que havia sido escrito por Allan Kardec, provocando a mudança do teor da conclusão sobre o tema apresentada por ele nas quatro edições de 1868. Uma maneira rápida para confirmar se o texto corresponde ao que Kardec publicou é ver quantos itens tem o capítulo 15. No texto de Kardec é composto por 68 itens.

Você acha que houve má fé? Isso impacta no trabalho realizado pelo Espírito de Verdade?

Simoni Privato: O que se pode constatar, do ponto de vista doutrinário, é que a pessoa ou as pessoas que alteraram o conteúdo de La genèse, les miracles et les prédictions selon le spiritisme não compreendiam a doutrina espírita – nem suas características nem seu papel para a humanidade. O texto publicado por Allan Kardec na obra não é sua opinião pessoal –e, por isso, não deve ser relativizado.

É o resultado de muitos anos de estudo, de observação e sobretudo de confirmação segundo os critérios espíritas da razão e da concordância do ensino dos Espíritos, com exceção de algumas teorias hipotéticas, que Allan Kardec teve todo o cuidado de indicar como tais. A alteração do conteúdo publicado por Allan Kardec revela, portanto, uma tentativa de substituir a doutrina dos Espíritos pela opinião de alguma ou de algumas pessoas. A seriedade do trabalho realizado pelo Espírito de Verdade é inabalável. O espiritismo sempre triunfa: é obra de Jesus. Este caso é prova disso.

Diante deste fato, qual deve ser o nosso papel como comunicadores e formadores de opinião no movimento espírita?

Simoni Privato: No processo de restauração do verdadeiro conteúdo de La genèse, les miracles et les prédictions selon le spiritisme, é necessário que haja traduções fiéis, mas também que se esclareça a questão da adulteração e se estimule a união de esforços para que o conteúdo adulterado seja definitivamente substituído pelo que Allan Kardec realmente publicou. Também é preciso incentivar o estudo da obra. Portanto, o papel dos comunicadores e formadores de opinião no movimento espírita é de extrema importância.

Como proceder para que toda seriedade da obra da codificação não seja abalada?

Simoni Privato: A restauração do conteúdo definitivo, de 1868, de La genèse, les miracles et les prédictions selon le spiritisme é fundamental não apenas para essa obra, mas também para as demais de Allan Kardec.

A elaboração de La genèse, les miracles et les prédictions selon le spiritisme, que foi publicada quase onze anos depois de O livro dos Espíritos, beneficiou-se do desenvolvimento teórico e prático da doutrina espírita. Seu estudo é indispensável para a compreensão e o estudo aprofundado do conteúdo das obras anteriores– e, portanto, para a devida compreensão, prática e divulgação da própria doutrina espírita. Além disso, para respeitar-se a seriedade das obras de Allan Kardec, é necessário incentivar, como prioritários, o estudo e a divulgação dessas obras, além da prática de seus ensinamentos.

(Correio Fraterno do ABC, Ano 50, No. 479, Janeiro-Fevereiro 2018, p. 9; www.correiofraterno.com.br)

LANÇAMENTO DA OBRA

O Legado de Allan Kardec

Simoni Privato Goidanich

Uma investigação histórica e doutrinária do movimento espírita na França, entre os anos 1867 e 1887, onde se destaca a questão da adulteração do trabalho que representa o ponto culminante da obra literária espírita de Allan Kardec.

Ccdpe/USE-SP - Lança O Livro “O Legado De Kardec”

USE-SP/Ccdpe - Lança O Livro “O Legado De Kardec”

Editora Mundo Maior: Edição USE-SP e CCDPE

Fatos pós-Kardec na França e as primeiras edições francesas de A Gênese

Resenha do livro El legado de Allan Kardec

Antonio Cesar Perri de Carvalho (*)

Oportuna e meticulosa pesquisa, o livro El legado de Allan Kardec, de Simoni Privato Goidanich foi lançado na sede da Confederação Espírita Argentina, em Buenos Aires, aos 3/10/2017. O livro foi redigido em espanhol; contém 440 páginas, em formato 21X14cm, e ilustrações de dezenas de documentos franceses. Editado pela Confederación Espiritista Argentina, com distribuição pela Amazon (amazom.com).

A autora Simoni Privato Goidanich é brasileira, bacharel em Direito e Mestre em Direito Internacional pela Faculdade de Direito da USP; atua como Diplomata; recebeu prêmios e frequentou a Harvard University. A serviço do governo brasileiro, já residiu nos Estados Unidos, no Uruguai e no Equador. Nos países onde tem residido, dedica-se ao trabalho no movimento espírita.

Autora de artigos publicados em periódicos espíritas e dos livros: El legado de Allan Kardec; Divulgación del Espiritismo: Enseñanzas del ejemplo de José María Fernández Colavida; Mediumnidad y Pases: Preguntas y Respuestas; Oratoria a la Luz del Espiritismo; coautora do livro Pases a la Luz del Espiritismo.

Organizadora e tradutora da trilogia Revista Espírita – Periódico de Estudios Psicológicos: Colección de Textos de Allan Kardec. Apresentadora do programa Reflexiones Espíritas, da Rádio Bezerra Online, de Miami (EUA). Reside atualmente em Montevidéu, Uruguai, com seu marido, que também é diplomata. Atua no Centro Espírita Redención e colabora com a Federación Espírita Uruguaya.

A apresentação do livro foi redigida por Gustavo N. Martínez, presidente da Confederação Espírita Argentina, tradutor para o espanhol de várias obras espíritas e inclusive de A Gênese, de Allan Kardec, com base na 1a edição francesa de 1868, editada pela C.E.A. no final do ano de 2017.

Simoni Privato Goidanich esteve pessoalmente em Paris acessando documentações oficiais e também na histórica Associação Espírita Constancia, de Buenos Aires, que funciona desde 1877. A autora faz um meticuloso levantamento em documentos dos Arquivos Nacionais da França e da Biblioteca Nacional da França, reproduzindo significativas páginas dos mesmos, tendo por foco o livro A Gênese e instituições como a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, a Sociedade Anônima para a Continuação das Obras Espíritas de Allan Kardec, da sua sucedânea, a Sociedade Científica do Espiritismo, e, da então nascente União Espírita Francesa.

Além dos documentos oficiais e de Atas, a autora faz sistemáticas citações da Revista Espírita (do período administrado por Kardec e dos anos seguintes), da revista Le Spiritisme, órgão da novel União Espírita Francesa, e de obras de Allan Kardec. Simoni cita muitas vezes o livro Beaucoup de Lumière (1884), de Berthe Fropo, atualmente disponibilizado em edição digital bilíngue: a tradução em português e o original em francês. Trata-se de espírita atuante, fiel a Kardec, e, amiga, vizinha e apoiadora de Amélie Boudet.

O livro de Simoni se divide em duas partes. Na primeira parte são tratados assuntos sobre momentos significativos dos 10 anos após o lançamento de O livro dos espíritos; os papéis desempenhados por Léon Denis e Gabriel Delanne no movimento espírita francês e o relacionamento de ambos com Kardec; todos os episódios sobre o lançamento e as primeiras edições francesas de A Gênese; e a desencarnação do Codificador.

Na segunda parte, a autora trata de questões legais sobre o nome e o pseudônimo de Kardec; a fundação da Sociedade Anônima para a Continuação das Obras Espíritas de Allan Kardec; comenta o chamado “o ano terrível” (1872), relacionado com o lançamento da 5a edição de A Gênese designada como “revisada, corrigida e aumentada”; o “processo dos espíritas”; os cerceamentos inflingidos à sra. Allan Kardec e sua desencarnação; a queima de arquivos e documentos da viúva de Kardec; o alerta do biógrafo de Kardec, Henri Sausse – “Uma infâmia” – apontando 126 alterações de texto na 5a edição de A Gênese; as nefastas deturpações executadas por Pierre-Gaëtan Leymarie em instituições e na Revista Espírita; as lutas e propostas renovadoras de Gabriel Delanne e León Denis e a fundação da União Espírita Francesa, em 1882.

No livro em análise ficaram evidentes as alterações de propósitos da Sociedade Anônima para a Continuação das Obras Espíritas de Allan Kardec, depois transformada por Leymarie em Sociedade Científica do Espiritismo, e, também na linha editorial da Revista Espírita. Sobre esta revista fundada por Kardec, anota a autora Simoni que sob a direção de Leymarie: “as páginas estavam cada vez mais ocupadas com artigos sobre teosofia […] Estabeleceu-se um vínculo da Sociedade Teosófica com a Sociedade de Estudos Psicológicos e a Sociedade Anônima para a Continuação das Obras Espíritas de Allan Kardec”.

O livro de Simoni Privato Goidanich comprova que a Sociedade Anônima para a Continuação das Obras Espíritas de Allan Kardec, dirigida por Leymarie, passou a ser dominada economicamente pelo acionista Jean Guérin, um grande proprietário, ex-dirigente político do departamento de Gironda (sendo Bordéus a capital), admirador e apoiador de J.B.Roustaing.

O apoio financeiro de Guérin à Sociedade Anônima gerou a hipoteca dos bens da Sociedade e dos imóveis doados por Allan Kardec. Anos depois, tudo foi perdido por ação movida por herdeiros de Guérin. Um fato tormentoso neste ínterim foi a ampla circulação de um panfleto de divulgação da obra de Roustaing, defendido pela então direção da Revista Espírita, provocando forte reação dos amigos e defensores do legado de Kardec, inclusive Gabriel Delanne, Léon Denis e Berthe Fropo.

Dentro desse contexto de deturpações e polêmicas, as edições francesas de A Gênese, a partir da 5a edição de 1872 (aquela “revisada, corrigida e aumentada”) é que foram autorizadas para traduções em diversos países, por Leymarie, então dirigente da Sociedade Anônima para a Continuação das Obras Espíritas de Allan Kardec. A autora Simoni mostra que o pioneiro e líder espanhol José María Fernández Colavida traduziu e publicou a 2a edição de A Gênese, de 1868, em Barcelona (Espanha), mantendo-se fiel à edição de Kardec.

Simoni comprova que até a desencarnação de Kardec ocorreram quatro edições de A Gênese. Na meticulosa pesquisa registrada e comentada no livro El legado de Allan Kardec, Simoni Privato Goidanich provou que um único exemplar de A Gênese, publicado em 1868, foi depositado legalmente durante a existência física de Allan Kardec na Biblioteca Nacional da França. Para a autora, esta edição é a definitiva e o Codificador não teria modificado o conteúdo. Entre outros fatos, a autora destaca o cuidado da época com que o Ministério do Interior fiscalizava as publicações, pois a França vivia momentos políticos tensos durante o reinado de Napoleão III.

O livro El legado de Allan Kardec tem riquíssimo valor histórico e é restaurador de importantes episódios que se encontravam encobertos.

No final, registra Simoni Privato Goidanich: “A responsabilidade ante o legado de Allan Kardec é de todos os espíritas, e cada um herdará as consequências de seus atos e de suas omissões”. Em nossa opinião o novo livro El legado de Allan Kardec reúne preciosas informações e documentação sobre as primeiras décadas em seguida à desencarnação de Allan Kardec, sendo um rico repositório da história do movimento espírita francês.

(Goidanich, Simoni Privato. El legado de Allan Kardec. 1.ed. Buenos Aires: Confederación Espiritista Argentina, 2017. 440p.)

(*) Foi presidente da FEB, da USE-SP e membro da Comissão Executiva do CEI.

Fontes: Canal Espírita Jorge Hessen (Seminário: 150 anos de A Gênese - O Resgate Histórico com Simoni Privato Goidanich)

Fontes: Confederacíon Espiritista Argentina (Simoni Privato em Bueno Aires)

Fontes: Canal Espírita - Estudios Espíritas (Simoni Privato)

Fontes: Estudios Espíritas (Blog dedicado al estudio y a la divulgación del Espiritismo)

 

"A responsabilidade perante o legado de Allan Kardec é de todos os espíritas, e cada um herdará as consequências de seus atos e de suas omissões."

Simoni Privato "O legado de Allan Kardec"

"(…) é indispensável o estudo sério das obras de Allan Kardec e das informações fidedignas disponíveis sobre sua biografia."

Simoni Privato "O legado de Allan Kardec"

 

RELAÇÃO DE OBRAS PARA DOWNLOAD

 

Comemoração - 150 anos de A Gênese - O Resgate Histórico de A Gênese (Adulteração da obra de Allan Kardec)

 

Divulgación del Espiritismo (Enseñanzas del ejenplo de José Maria Fernandez Colavida)

 

Primer Tomo - Revista Espírita - Periódicos de Estúdios (Colección de textos de Allan Kardec)

 

Según Tomo - Revista Espírita - Periódicos de Estúdios (Colección de textos de Allan Kardec)

 

Tercer Tomo - Revista Espírita - Periódicos de Estúdios (Colección de textos de Allan Kardec)