Antonio CEsar Perri de Carvalho

ex-presidente da feb

O GRANDE PALADINO DO ESPIRITISMO NA ATUALIDADE

(1948 -     )

 

(GEECX - Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier)

(2015 - 2020)

 

Biografia de César Perri:

UMA VIDA, UM IDEAL, UMA IDEIA, UM HOMEM DE BEM

Antonio César Perri de Carvalho nasceu em Araçatuba-SP, no dia 21 de Maio de 1948, filho de Rodolfo Graça de Carvalho e Josefina Perri de Carvalho, professora primária, descendentes de italianos. Sua família não era espírita, mas muito ligada à Igreja Católica.

Estudante da Faculdade de Odontologia de Araçatuba, Perri era aluno e amigo de Orlando Airton de Toledo, líder espírita na região, que o levou para participar da UME local. Esteve, então, sempre ligado ao movimento unificacionista.

No ano de 1972 casou-se com Célia Maria Rey de Carvalho, com quem teve 3 filhos: Daniel, Gustavo e Flávio. Perri formou-se Cirurgião Dentista e seguiu a carreira universitária na Faculdade de Odontologia de Araçatuba (Universidade Estadual Paulista – UNESP), na especialidade de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial.

Doutor em Ciências, atuou como Professor Livre-Docente e Professor Titular. Chefiou a Câmara Central de graduação da Universidade Estadual Paulista e foi Pró-Reitor de Graduação da UNESP. Autor de cerca de 80 (oitenta) trabalhos científicos, publicados em revistas especializadas do Brasil, Estados Unidos, Japão, Alemanha e Itália.

Em 1984, recebeu a “Medalha e Prêmio de Honra ao Mérito Luiz César Pannain”, do Sindicato dos Odontologistas do Estado de São Paulo; em 1985, “Prêmio Professor Antônio de Souza Cunha”, do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxílo-Facíal; no mesmo ano, “Prêmio Cidade Personalidade em Odontologia”, em Araçatuba. [i]

É um líder espírita bastante estimado nas hostes doutrinárias no Brasil e no exterior, Cesar Perri, após sua saída da presidência da FEB, permanece cumprindo uma trajetória importantíssima, que teve seu nascedouro há muitos anos, inicialmente, do movimento espírita paulista e depois no cenário nacional e internacional.

O primeiro contato com o Espiritismo tem apontamentos de alguns episódios mediúnicos que levou sua família a procurar o Centro Espírita Varas da Videira, a que passou a frequentar. Na vizinha cidade de Birigui, a família começou a participar do Centro Espírita Amor e Caridade. Assim César Perri inicia a tarefa, dentro do movimento espírita.

Em Araçatuba, já aos oito anos de idade, acompanhava a genitora e os seus tios. Uma das razões de sua mãe acelerar sua procura a médiuns amigos e depois reuniões espíritas foi o fato que Cesar entrava em transe, semelhante a casos descritos em “No Mundo Maior”. Os episódios foram evanescendo, à medida que frequentava as reuniões.

Na adolescência, César participou da fundação de instituição beneficente, inicialmente mantida pela família, e, aos 16 anos, fundou a Mocidade Espírita da Instituição “Nosso Lar”, em Araçatuba, começando nesta ocasião a falar em público. Desde essa época mantem predileções literárias pelo “O Livro dos Espíritos”, “O Evangelho segundo o Espiritismo” e a admirável literatura emmanuelina.

Aos 17 anos de idade participou da I Concentração de Mocidades e Juventudes Espíritas do Brasil (em Marília), e passou a ser o representante da instituição beneficente de origem no Conselho da União Municipal Espírita de Araçatuba (Órgão da USE-SP).

Com seus 24 anos de idade, participou da fundação e da direção do Centro Espírita “Luz e Fraternidade” em Araçatuba. Foi diretor da União Municipal Espírita de Araçatuba e presidente de 1971 a 1986. Logo após passou a integrar a diretoria da USE (União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo), durante quatro anos, assumindo a presidência em 1990, permanecendo por três mandatos, concluídos no ano 2000.

Após sua aposentadoria, assumiu outro compromisso profissional em Brasília e passou a colaborar diretamente na Federação Espírita Brasileira (FEB) e no Conselho Espírita Internacional (CEI), embora, como diretor e presidente da USE-SP, já frequentasse as reuniões do Conselho Federativo Nacional da FEB, desde 1986.

Foi diretor da FEB, com atribuições em algumas áreas de comunicação social e principalmente como Secretário Geral do Conselho Federativo Nacional da FEB. Integrou a Comissão Executiva do Conselho Espírita Internacional e foi presidente da Federação Espírita Brasileira.

Sua percepção sobre o centro espírita é muito semelhante ao ideário dos primeiros cristãos dos tempos apostólicos. César é totalmente contra a excessiva formalização e escolarização na casa espírita. Para ele uma das questões cruciais da casa espírita é se criar espaço para o real acolhimento das pessoas que chegam aos centros.

Razão pela qual há necessidade de analisar, discutir e rever questões como a excessiva formalização e escolarização que ocorrem nos centros espíritas; a inadequação das propostas para crianças, adolescentes e jovens; um certo "engessamento" da mediunidade.

Cremos, que os anseios de César Perri de uma FEB menos burocrática e menos elitista, visando integração dos espíritas socialmente menos favorecidos ao movimento espírita, foram elementos perturbadores para as cobiças de poder da alta administração febiana, que impetrou fórmulas “democráticas”, através do Conselho Superior (inteiramente contaminado pelas tramoias internas da instituição), a fim de alijar César Perri da presidência da Federação Espírita Brasileira. E conseguiu!

No atual movimento espírita César Perri tem exercido intensa atividade social e literária, escrevendo inúmeros artigos em colaboração com diversos periódicos. É autor dentre outros dos seguintes livros: O Espiritismo em Araçatuba (1975); Dama da Caridade (1982); Em Louvor à Vida e Repositório de Sabedoria (1980), Vols. 1 e 2, (compilações) com pensamentos da psicografia de Divaldo P. Franco, Os Sábios e a Senhora Piper (1986); Entre a matéria e o Espírito (co-autoria Oswaldo Magro Filho – 1990) Espiritismo e Modernidade (1996), além de ser co-autor em diversas obras editadas pela USE e pela Federação Espírita Brasileira. Epístolas de Paulo à luz do Espiritismo (2016) (1) e Centro Espírita. Prática espírita e cristã (2016)

[i] Fonte: U.S.E. 50 anos de Unificação – 1947 a 1997.

Brasília (DF) 28 de novembro de 2016

Irmãos W e Jorge Hessen

Relatos de trabalho em equipe

Antonio Cesar Perri de Carvalho (*)

Ao longo de nossa trajetória pelas ações espíritas sempre contamos com o apoio e participação ativa de equipes.

Nos tempos de gestão junto ao órgão municipal da USE-SP, a União Municipal Espírita de Araçatuba (depois USE Intermunicipal), os companheiros que integraram as diretorias ao longo dos 15 anos em que fomos presidente e as comissões dos departamentos, formavam um grupo coeso de trabalho. Vários egressos das mocidades espíritas da cidade, outros integrantes de diretorias de instituições, mas havia sempre o propósito em favor da difusão do Espiritismo e ações de união dos espíritas. Assim, eram organizados eventos, como Semana ou Mês Espírita, Jornadas, Seminários, Confraternizações Regionais, Clube do Livro Espírita, palestras e visitas a instituições na cidade e região.

A partir de 1971, além da esposa Célia, destacamos companheiros como: Arlindo Módena, Armando Pagan, Clarice Ribeiro, Cláudio Roberto Pagan, Ismael Gobi, Maria Luzia de Almeida Rosa, Meledi Dall’Oca, Miguel Carlos Madeira, Osvaldo Magro Filho e Paulo Sérgio Perri de Carvalho.

Naquele período houve a implantação do Centro de Orientação e Educação Mediúnica (COEM), nos vários centros da cidade, a partir da experiência inicial da implantação que fizemos no Centro Espírita Luz e Fraternidade, contando com a atuação de uma equipe de trabalho. A experiência inicial de um estudo sobre temas de família, no Centro Espírita Luz e Fraternidade, contando com a colaboração de um grupo de amigos afins ao tema.

Logo depois que assumimos a presidência da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo, já se iniciava uma reunião de estudos na sede dessa Instituição sobre temas da família no segundo semestre de 1990, e, que era coordenada pela nossa esposa Célia Maria Rey de Carvalho, contando com um grupo de colaboradores da cidade de São Paulo. Adotava-se uma programação que iniciamos com a esposa, poucos anos antes no Centro Espírita Luz e Fraternidade, de Araçatuba (SP). O programa de estudo concretizado na sede da USE-SP foi a origem do livro Família & espiritismo1, preliminarmente lançado como um opúsculo, e tendo como co-autores dezenas de companheiros que participaram das experiências de Araçatuba e de São Paulo.

Depois no final de janeiro de 1994, houve o lançamento nacional da Campanha Viver em Família, realizada pela USE-SP, em São Paulo, contando com a presença de dirigentes da FEB, palestra de Divaldo Pereira Franco e seminário com vários convidados. Esse evento gerou o livro Laços de família2. Aliás durante nossa gestão na USE-SP foram publicados três livros sobre família, elaborados por equipes.

Com a coordenação estadual de nossa esposa Célia, houve a implantação dessa Campanha em todo o Estado, arregimentando-se dezenas de colaboradores e divulgadores. Também com nossa esposa como coordenadora do Departamento de Educação da USE-SP, e contando com atuação de lideranças espíritas vinculadas ao magistério formal e à evangelização da infância, foram efetivados muitos seminários estaduais. Ao mesmo tempo, junto à USE-SP havia grupo de companheiros que atuavam na área de gestão de centros e de órgãos de unificação. Desse conjunto de atividades, surgiram livros editados pela USE-SP sobre educação, família, centro espírita, direção de órgãos de unificação, idoso no centro espírita…

Dessa fase ativa junto à USE-SP, durante toda a década de 1990, destacamos alguns integrantes das várias equipes, próximas a nós: Attílio Campanini, Adalgiza Balieiro, Carlos Teixeira da Silva, Carolina Flor da Luz Matos, Delma Crotti, Éder Fávaro, Eduardo Carvalho Monteiro, Elaine Curti Ramazzini, Heloísa Pires, Iolanda Húngaro, Ivan René Franzolin, Joaquim Soares, José Antonio Luiz Balieiro, Júlia Nezu de Oliveira, Luiz Fuchs, Maria Aparecida Valente, Sander Salles Leite e Wilson Garcia.

Quando nos estabelecemos em Brasília, o recém empossado presidente da FEB Nestor João Masotti, que conhecia nosso trabalho no Estado de São Paulo, convidou-nos para montar uma equipe para elaborar um projeto de apoio a centros espíritas. Assim, no 1o semestre de 2001, convidamos companheiros que tinham experiência efetiva em gestão de centros espíritas, incluindo a esposa Célia que havia integrado conosco equipes de centro espírita e junto à USE-SP e entre outros: Roberto Versiani, Edimilson Luiz Nogueira, Ricardo Silva, Rubens Dusi, Walid Dauod, casal Cristina e Marco Leite. Walid, Cristina e outros convidados permaneceram pouco tempo.

Assim nasceu o projeto para “Capacitação Administrativa para Gestão das Casas Espíritas” sobre o qual já levamos informação à reunião do Conselho Federativo Nacional da FEB em novembro de 2002, inclusive já com um estudo piloto efetivado em centro espírita de Brasília.3

A equipe inicial, agora integrantes da já oficializada Secretaria Geral do CFN da FEB, foi se ampliando com novos colaboradores, oferecendo condições para muitas viagens para atender convites de Federativas e realização de encontros estaduais para se preparar monitores indicados pelas Federativas.4

A equipe da secretaria geral do CFN também atuou na ativação conjunta das Campanhas Família, Vida e Paz e de esclarecimento sobre o aborto. Em consequência, foi elaborado e lançado em 2005 o livro Família, vida e paz5, contando com atuação de equipe de diretores da FEB e da secretaria geral do CFN. Sintetiza subsídios e sugestões para o desenvolvimento das Campanhas, relacionadas com a referida publicação.6 As Marchas Nacionais do Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil sem Aborto, realizadas em Brasília, entre 2007 e 2014 contaram com a colaboração da equipe da secretaria geral do CFN.

Além dos estudos e projetos elaborados e implantados, houve um momento em que surgiu a motivação para se redigir um texto sobre um tema muito falado à época, a “transição planetária”, e, a equipe da secretaria geral do CFN elaborou um texto, em seguida publicado em série de três artigos na revista Reformador7, tendo como fundamentação as obras de Allan Kardec, notadamente A Gênese.

Essa equipe também teve decisivo papel, como os relacionados com estudos para atualização do Orientação ao Centro Espírita (2007); elaboração e implantação do Orientação aos Órgãos de Unificação, lançado em 2010; participação no “Projeto de Interiorização”, de visita a centros do interior, com apoio das respectivas Federativas Estaduais8, e, também na realização de Seminários Integrados “Ações de Acolhimento, Conselho e Esclarecimento no Centro Espírita” a partir de 2012.

Vários integrantes dessa equipe também se integraram no projeto de curso a distância “Gestão de Centro Espírita”, implantado no Portal da FEB em 2011, com a coordenação de Ayda Sasse e que funcionou até 2015.9

Outras atividades em que os membros dessa laboriosa equipe atuaram, entre 2012 e março de 2015, foi a colaboração com as reuniões públicas de estudo semanal de O evangelho segundo o espiritismo, coordenado pela nossa esposa Célia, e, de algumas atividades do Núcleo de Estudo e Pesquisa do Evangelho da FEB (NEPE), incluindo gravações de vídeo aulas feitas pela TVCEI e FEBtv.

Ao longo do tempo novos valores se somaram àquela equipe inicial da secretaria geral do CFN, como: Ayda Sasse, Cesar Adonay, Ecimar Loli, Edmar Júnior, Flammarion Vidal, Hemerson Xaxá, José Luiz Dias, Luiz Julião Ribeiro, Marco Rosa, Marcos Bragatto. Lembrando que em alguns momentos também atuaram as esposas dos companheiros citados.

Mais à frente, no período nosso de presidência da FEB, atuaram como autêntica equipe os secretários das Comissões Regionais do CFN: Manuel Felipe Menezes da Silva Júnior (Norte), Creuza Lage (Nordeste), Aston Brian Leão (Centro) e Ricardo Mesquita (Sul).

A secretaria geral do CFN mantinha reuniões semanais regulares sob nossa coordenação e depois que assumimos a presidência da FEB, também com coordenação de Roberto Versiani que assumiu a secretaria geral do CFN.

A equipe da secretaria geral do CFN durante as gestões como presidentes, de Nestor Masotti e a nossa, foi incumbida de colaborar com a infraestrutura para as reuniões do Conselho Federativo Nacional e de vários outros eventos realizados na sede da FEB, como algumas reuniões do CEI e colaboração em Congressos Brasileiros.

Outra equipe que estimulamos a formação e interagimos foi a do NEPE da FEB. Como relatamos acima, além de alguns membros da secretaria geral do CFN, contou com o apoio decisivo da esposa e do filho Flávio e de companheiros que também integraram a Comissão do NEPE: Haroldo Dutra Dias (MG), Célia Maria Rey de Carvalho (FEB), Flávio Rey de Carvalho (DF), Ricardo Mesquita (SC), Simão Pedro de Lima (MG), Wagner Gomes da Paixão (MG), Afonso Chagas (MG), e, mais no final com Saulo César Ribeiro da Silva (DF) e Ismael Maia (Pb). Este NEPE central, que funcionou até março de 2015, estimulou e manteve intercâmbios com vários que foram surgindo junto a Federativas Estaduais: Goiás, Maranhão, Pernambuco, Paraíba. Formava-se um trabalho em equipe e em rede pelo país.10

Após o período pós-FEB detectamos que várias Federativas Estaduais mantém projetos de capacitação de trabalhadores espíritas. Uma pesquisa acadêmica recente mostrou a existência de dezenas de NEPEs funcionando em várias regiões do país.11

Nos anos recentes, em São Paulo, estamos nos dedicando a equipes de estudo do evangelho e de prática da mediunidade. E interessante, respectivamente, num local que homenageia um ex-companheiro nosso da USE-SP, o Eduardo Carvalho Monteiro, e, noutro evoca a pioneira “Casa do Caminho”. Mesmo na prolongada quarentena dos tempos atuais de prevenção ao Covid-19 mantemos animadas reuniões semanais virtuais. Há também integrantes de uma "equipe em rede" de várias cidades do país.

Nosso registro de vivência, em vários níveis de abrangência, é o reconhecimento, incluindo a gratidão, a colaboradores idealistas e dedicados, e, do valor do trabalho em equipe.

o0o

“Cada um de nós, na equipe de ação espírita, é peça importante nos mecanismos do bem. Jamais esquecer-nos de que o maior gênio não consegue realizar-se sozinho e que, por isso mesmo, Jesus nos trouxe à edificação do Reino de Deus, valorizando o princípio da interdependência e a lei da cooperação.” – Emmanuel.12     

Referências:

1) Carvalho, Célia Maria Rey (Org.). Família & espiritismo. 6.ed. São Paulo: USE. 231p.

2) Franco, Divaldo Pereira; autores diversos. Laços de família. 8.ed. São Paulo: Ed. USE. 150p.

3) Reunião Ordinária do CFN de 2002. Reformador. Ano 121. N. 2086. Janeiro de 2003. P.22-23.

4) Capacitação administrativa para dirigentes de casas espíritas. Reformador. Ano 122. N. 2099. Fevereiro de 2004. P.78-79.

5) Família, vida e paz. 1.ed. Rio de Janeiro: FEB, 2005. 103p.

6) Reativação das Campanhas sobre Família, Vida e Paz. Reformador. Ano 123. N.2120. Novembro de 2005. P. 415-416.

7) Equipe Secretaria Geral do CFN da FEB (Org.) Transição para a Nova Era. Reformador. N. 126. Outubro de 2010; A transição e o caminho para a Nova Era. Reformador. N.127. Novembro de 2010; A transição e o papel do Espiritismo. Reformador. N.128. Dezembro de 2010.

8) Ata da Reunião Ordinária do Conselho Federativo Nacional. Reformador. Ano 129. N. 2186-A. Maio de 2011. P.5-7.

9) FEB sediou reuniões simultâneas do CFN, de jovens e de Cursos de Gestão. Reformador. Ano 133. N.2230. Janeiro de 2015. P. 56-59.

10) Página eletrônica: http://grupochicoxavier.com.br/historico-nepe-feb/ (Consulta em 23/05/2020).

11) Torres, Natália Cannizza. “Jesus a porta, Kardec a chave”: a apropriação do Novo Testamento pelo segmento espírita. Dissertação (Mestrado em Sociologia). Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos. 2019. 91p. Disponível no site: https://repositorio.ufscar.br

12) Xavier, Francisco Cândido. Espíritos diversos. Educandário de Luz. Cap. Em equipe espírita. São Paulo: IDEAL.

(*) Foi dirigente espírita em Araçatuba; presidente da USE-SP e da FEB; membro da Comissão Executiva do CEI.

Fontes: GEECX - Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier (Antonio César Perri de Carvalho - Divulgação On Line)

Fontes: O Consolador - Revista Semanal de Divulgação Espírita (Repensar os centros espíritas. De Paulo  à atualidade)

As atividades espíritas pressupõem movimentação. E está cunhada a expressão 'Movimento Espírita' para se referir às ações em geral, implementadas pelas diversas instituições espíritas. Torna-se interessante lembrarmos que o ativo apóstolo Paulo, em vários trechos de suas epístolas, faz referência a bom combate, corrida, alvo...

Que tenhamos sempre o ideal renovado para prosseguirmos no bom combate pelas ações no bem e de forma contínua: "prossigo para o alvo..." (Filipenses, 3:14)

Antonio César Perri de Carvalho "Em Ações Espíritas"

"Se o Espiritismo pudesse ser retardado em sua marcha, não o seria pelos ataques abertos de seus inimigos declarados, mas pelo zelo irrefletido dos amigos imprudentes."

Allan Kardec - Revista Espírita, junho de 1862 - Ensinos e dissertações espíritas - O Espiritismo filosófico

 

RELAÇÃO DE OBRAS PARA DOWNLOAD

 

Biografia de Antonio Cesar Perri de Carvalho

 

GEECX - Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier (Comemoração dos cinco anos no estudo e difusão do Evangelho)

 

Pacto Áureo a Carta Magna do Espiritismo (As reflexões sobre o Pacto Áureo e o futuro do movimento espírita)

 

Ismael Gobbo do portal Notícias do Movimento Espírita entrevistou Cesar Perri (A questão da exclusão de obras de Roustaing dos Estatutos da FEB)

 

Antonio Cesar Perri de Carvalho - Chico Xavier - O homem, a obra e as repercussões

 

Antonio Cesar Perri de Carvalho - Os frutos do cajueiro. Ações espíritas em Parnaíba

 

Anais do Congresso Brasileiro de Unificação Espírita de 1948

 

70 anos do 1º Congresso Brasileiro de Unificação Espírita (Para que todos sejamos um, USE-SP)

 

Antonio Cesar Perri de Carvalho - Cristianismo nos séculos inicias: Aspectos Históricos e Visão Espírita (CLARIM)

 

Antonio Cesar Perri de Carvalho - União dos Espíritas - Para onde vamos?

 

Comemoração - 150 anos de A Gênese - O Resgate Histórico de A Gênese (Adulteração da obra de Allan Kardec)

 

Lançamento de A Gênese de Allan Kardec - A Primeira Edição (FEAL)

 

Diálogo na Mediunidade - Antonio Cesar Perri de Carvalho e Célia Maria Rey de Carvalho (Palestra Espírita realizada no Grupo Espírita Casa do Caminho)

 

Histórico Sintético do Núcleo De Estudos e Pesquisas do Evangelho (NEPE da FEB) (Organizadores: Antonio Cesar Perri de Carvalho e Célia Maria Rey de Carvalho)

 

Projeto “Começar pelo Começo” (Luz na Mente entrevistou César Perri, Ex-Presidente da Federação Espírita do Brasil - FEB)

 

RELAÇÃO DE PALESTRAS ESPÍRITAS DE CÉSAR PERRI

(EM VÍDEO NO YOUTUBE)

Palestra Espírita - “A Gênese original e seu significado” (Antonio Cesar Perri de Carvalho proferiu palestra no Centro Espírita Rodrigo Lobato, em São José do Rio Preto, na noite do dia 5 de julho. O tema desenvolvido foi “A Gênese original e seu significado”, tendo sido transmitido ao vivo por web TV e também foi gravada entrevista. Em seguida Perri autografou livros recentes de sua autoria. Com o público do centro estavam presentes também dirigentes das USEs Intermunicipal e Regional de São José do Rio Preto e da Agenda Espírita Brasil)

Palestras Espíritas do 17º Congresso Estadual de Espiritismo - USE 70 anos (Congresso Estadual de Espiritismo organizado pela USE - União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo - Participação: Antonio César Perri de Carvalho )

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Epístolas de Paulo à Luz do Espiritismo) (Palestra Espírita proferida em 19/11/2016, no Grupo da Fraternidade Espírita "José Xavier", Três Lagoas, MS. Palestra baseada no livro de sua autoria, com o mesmo título, que destaca as recomendações morais do Apóstolo, com abordagens simples, objetivas e fundamentadas nas obras de Allan Kardec e do Espírito Emmanuel de obras de Chico Xavier)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho - O Espiritismo na era da globalização - ADE/SP - Ano 1997 (A ADE-SP realizou na sede da USE-SP, na rua Dr. Gabriel Piza, 433 - Santana, SP/SP, no dia 8 de março de 1997, o Ciclo de Cultura Espírita, com a palestra com Antonio Cesar Perri de Carvalho, com o tema: O Espiritismo na Era da Globalização)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Solenidade de Comemoração dos 130 anos de nascimento de Benedita Fernandes PARTE 01)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Solenidade de Comemoração dos 130 anos de nascimento de Benedita Fernandes PARTE 02)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (O Home de Bem) Palestra Espírita proferida em 20/11/2016, no Centro Espírita Fé e Caridade, Andradina, SP, por ocasião do XXVI ENCONTRO DOS TRABALHADORES ESPÍRITAS DA REGIÃO DE URUBUPUNGÁ, organizado pela USE Regional.

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Evangelho para os simples) (Na noite do dia 5 de agosto, com apoio das USES Municipal e Regional de Araçatuba, foi realizada a palestra "Evangelho para os simples", por Cesar Perri (DF) nas dependências do Centro Espírita Irmã Angélica, Araçatuba. Na abertura, um dos dirigentes, Gregório Carlos Rodrigues, fez homenagem a tios do expositor, o casal Belks e Pedro Perri, fundadores do Centro anfitrião. O evento foi transmitido ao vivo pela webtv Rede Amigo Espírita)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Palestra VIDA - Instrumento de evolução do Espírito) (Palestra realizada no dia 1º CEU (Congresso Espírita de Uberlândia) - 30/01/2016)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (A Visão Espírita sobre Deus) (Palestra proferida na noite de sábado, 05/03/2016 na FEAK de Juiz de Fora/MG e transmitida ao vivo na Rede Amigo Espírita)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Congresso Espírita de Sergipe - 2016 - A dimensão espiritual do trabalho fraterno nas casas espíritas)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Mediunidade e Evangelho) (Palestra proferida em 29/06/2016 no Centro Espírita Irmã Angélica na cidade de Araçatuba/SP e transmitida ao vivo pela Rede Amigo Espírita)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Diante da vida com Chico Xavier) (42º mês de Kardec de Franca - de 01/10 a 30/10/2016)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Não ponhais a candeia debaixo do alqueire)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Palestra Espírita - Tema: Nossa gente)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Palestra realizada no 15º Congresso Estadual de Espiritismo, em 01-05-12, promovido pela USESP, na cidade de Franca, SP)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Sustentação solidária de diferentes realidades) (Palestra realizada no 15º Congresso Estadual de Espiritismo, em 01-05-12, promovido pela USESP, na cidade de Franca, SP)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Entrevista com Antonio Cesar Perri de Carvalho - Diretor da FEB (Federação Espírita Brasileira) realizada no dia 14/06/2011 na Aliança Espírita Varas da Videira em Araçatuba/SP)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Palestra "Centro Espírita Escola de Almas - Antonio César Perri de Carvalho" com Antonio César Perri de Carvalho, diretor da FEB (Federação Espírita Brasileira) em comemoração aos 62 anos da Aliança Espírita Varas da Videira em Araçatuba/SP realizada no dia 13/06/2011)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Palestra realizada no 6º Congresso Espírita Mundial em Valencia na Espanha no dia 11/10/2010 com Antonio César Perri, tema: Chico Xavier, contribuições de sua Obra Psicográfica. Impacto da obra no mundo - PARTE 01)

Palestra Espírita - Antonio César Perri de Carvalho (Palestra realizada no 6º Congresso Espírita Mundial em Valencia na Espanha no dia 11/10/2010 com Antonio César Perri, tema: Chico Xavier, contribuições de sua Obra Psicográfica. Impacto da obra no mundo - PARTE 02)