LE MAGNÉTISEUR SPIRITUALISTE

JOURNAL

RÉDIGÉ PAR LES MEMBRES

DE LA

SOCIÉTÉS DES MAGNÉTISEURS SPIRITUALISTE

DE PARIS

DIRECTION DE LOUIS ALPHONSE CAHAGNET

(1849 - 1852)

 

1) Sociétés des Magnétiseurs Spiritualiste fundada em 1848, na rue Saint-Denis, 265 por Louis Alphonse Cahagnet (1809 - 1885). Realizavam a divulgação do Magnetismo através do periódico Magnetiseur Spiritualiste.

2) Société du Mesmerisme de Paris que foi fundada pelo Barão du Potet (1796 - 1881) em 17 de fevereiro de 1844 e se localizavam em 1845 à rue Tiquetonne, 10, também no 2º arrondissement. Realizavam a divulgação do Magnetismo através do periódico Journal du Magnétisme. Era o mesmo prédio em que viveu Professor Rivail (Allan Kardec) de 1841 a 1843.

3) Sociedade Espiritualista de Paris fundada em 1860, na rue Bouloi, 21 em Paris por Zéphyre Joseph Piérart (1810 - 1878) e tinha como redator chefe da Revue Spiritualiste a figura lendária do Barão Luis Guldenstubbé. Era competidor dos trabalhos da Codificação Espírita que estavam sendo elaborados por Allan Kardec e também um crítico feroz da obra O Livro dos Espíritos.

4) Société Philantropico Magnétologique que foi fundado em 1840, no 2º arrondissement, na rue de Louvois, 8. Realizavam a divulgação do Magnetismo através do periódico L'Union Magnétique.

Apresentação:

O pesquisador do mundos dos espíritos o Louis Alphonse Cahagnet discute a fundação deste jornal em seu The Celestial Telegraph: Or, Secrets of the Life to Come, Revealed through Magnetism (Nova York: J.S. Redfield, Clinton Hall, 1851), 225-226.

O título do jornal Le MAGNÉTISEUR SPIRITUALISTE marca um dos primeiros exemplos do processo no qual o "espiritualismo" e seus cognatos mudaram de uma ênfase genérica na natureza espiritual do homem para um foco específico na comunicação com os mortos. Era o órgão de sua Societe des Magnetiseurs Spiritualistes de Paris, e localizava-se na rua Saint-Denis 265 em Paris.

Tinha como linha editorial as revelações da médium Adèle Maginot sobre os espíritos dos mortos e o seu universo - que trazia um forte toque de Swedenborguiano -, bem como estudos de cura magnética, sonhos, homeopatia, aparições, espelhos mágicos, imortalidade da alma, êxtase, sonambulismo, etc.

Apresentação:

Discurso de Alphonse Cahagnet, na Sessão de Aniversário da Fundação da Sociedade de Magnetizadores Espirituais de Paris, 27 de novembro de 1849.

Irmãos e irmãs,

Há um ano, a esta altura de hoje, estávamos reunidos em meu sótão insignificante, nove em número, sob demanda de nosso benevolente do espírito Emmanuel Swedenborg, para constituir uma Sociedade Espiritualista que conta atualmente com 45 membros.

Fundamos esta Sociedade por meio de uma cerimônia, assessorada por Swedenborg, da qual nossa médium Adèle Maginot foi a sua intérprete. Essa cerimônia consiste em uma espécie de confraternização ou banquete fraterno, composto de pão e vinho, influenciado pelo espírito de Swedenborg. Esta semelhança de comunhão cristã, tão simples quanto cheia de amor, deixou em nossos corações lembranças fortes em nossos corações. Os dias de verdadeira fraternidade são tão raros nesta terra de turbulência egoísta - então, quando alguém se apresenta aos nossos corações, devemos abraçá-los com entusiasmo e felicidade.

Um dos nove que fundaram nossa sociedade, o Coronel Roger, sente a falta de nosso chamado material neste dia solene, ele partiu para o mundo espiritual para manter o nosso lugar e lançar a primeira pedra do templo que estamos construindo no mundo material.

Um segundo irmão, o médico homeopata Ledurc, que mal fazia parte de nossa sociedade, juntou-se ao irmão Roger; se formos privados de sua dedicação material, não seremos privados dos seus conselhos prestativos.

Como nosso irmão espiritual Swedenborg previu, nossa sociedade cresceu em número e recursos; para lá chegar, não precisamos de abrir ao seio a todos aqueles que, por interesse, vaidade ou curiosidade, foram instados a enviar-nos pedidos de admissão, pelo contrário fomos muito circunspetos, recusando grande número desses pedidos, não fomos guiados em nossas escolhas por considerações de posição ou fortuna; queríamos apenas a riqueza da fraternidade e a encontramos em todas as camadas da sociedade.

De minha parte, tenho um grande agradecimento a render ao Todo-Poderoso, pela gentileza com que se dignou a preencher-me, permitindo que um trabalhador pobre, sem educação, sem fortuna e sem qualquer cargo, fosse um membro fundador de uma sociedade como a nossa, que tem entre os seus membros: homens titulados, padres, doutores em medicina, escritores, artistas de mérito, senhorios altruístas, comerciantes leais e trabalhadores amorosos e generosos.

Também fundamos um jornal, órgão das nossas crenças e do nosso trabalho, onde cada um de nós possa, com toda a liberdade e igualdade, colocar na sua página as suas observações, contribuindo assim para a divulgação da luz, e a divulgação sobre as dolorosas feridas da sociedade, o bálsamo que nos curou; trazer calma e felicidade, onde só o nojo e a desolação reinam em nossa época.

Esta jornal, associada às nossas contribuições, independentemente dos custos que tenhamos que suportar pela sua publicação e pelo material da nossa empresa, deixa-nos um crédito de 300 francos em dinheiro que nos permitirá continuar esta publicação no próximo ano.

Tivemos a sorte de ser auxiliados por uma correspondência muito extensa e curiosa, de fatos que só aguardam sua vez para saciar a impaciência dos nossos leitores; Agradecemos publicamente a todos aqueles que se apressaram em nos comunicar esses fatos com tanta generosidade e dedicação.

A nossa Sociedade, apesar de tantos fardos, tem conseguido um alojamento próprio, para a sede de suas reuniões, cujo custo não enfraqueceu seus recursos. No que diz respeito ao nosso trabalho, todos vocês puderam julgar o valor das revelações contidas nos Arcanes de la vie future dévoilés essas revelações, publicadas por um único homem e uma mulher lúcida, puderam sentir o estado de suas crenças, e de sua educação. Nossos estudos a esse respeito nos tornaram possuidores de uma ampla colheita de respostas a todos os seus pedidos que tratam da psicologia, da metafísica e da religião.

Também possuímos e iremos publicar a construção do reservatório magnético-galvânico, cuja composição nos foi revelada por Adèle Maginot, reservatório ao qual já devemos tivemos muitas curas. Além disso, muitos de nós obtivemos evidências materiais da existência e do poder dos espíritos.

Todos nós também experimentamos mais ou menos os efeitos bons e poderosos da água espiritualizada por nosso bom irmão espiritual Swedenborg. Muitos doentes devem a ele uma cura completa.

Outros tiveram o doce consolo de obter visões, aparições e comunicações espirituais, seja por nós ou por outros meios, de forma que os espíritos individualmente gostariam de manifestar a sua existência a nós, portanto, devemos apenas esperar esse tipo de comunicação deles; já é muito para chegar onde estamos; nossa confiança e o nosso amor ao estudo farão o resto. Não sabemos quais são os desígnios da Providência para a nossa Sociedade!

Permitam-me, irmãos e irmãs, em nosso nome coletivo, agradecer ao nosso amado irmão Emmanuel Swedenborg, por todos os sábios conselhos que ele teve a gentileza de nos dar até hoje, bem como pela terna solicitude que ele demonstrou para conosco sempre que precisamos de sua ajuda, que o Senhor se digne a recompensar, aumentando, se possível, o conhecimento com o qual ele o concedeu neste mundo e no próximo.

Receba, bons irmãos, a garantia de nossa devotada gratidão e digne-se sempre a continuar os seus prestativos ofícios.

Que o Senhor nos ajude sempre, proteja-nos e ilumine-nos, este é o desejo mais ardente daquele que vos dá a todos o beijo da fraternidade e da paz.

Alphonse Cahagnet - Magnetiseur Spiritualiste - 1850

  Ver no site Alphonse Cahagnet

Ver no site Emmanuel Swedenborg

Fontes: The International Association for the Preservation of Spiritualist

Fontes: CSI do Espiritismo - Imagens e registros históricos do Espiritismo

Fundamos um jornal, órgão das nossas crenças e do nosso trabalho, onde cada um de nós possa, com toda a liberdade e igualdade, colocar na sua página as suas observações, contribuindo assim para a divulgação da luz, e a divulgação sobre as dolorosas feridas da sociedade, o bálsamo que nos curou; trazer calma e felicidade, onde só o nojo e a desolação reinam em nossa época.

De minha parte, tenho um grande agradecimento a render ao Todo-Poderoso, pela gentileza com que se dignou a preencher-me, permitindo que um trabalhador pobre, sem educação, sem fortuna e sem qualquer cargo, fosse um membro fundador de uma sociedade como a nossa, que tem entre os seus membros: homens titulados, padres, doutores em medicina, escritores, artistas de mérito, senhorios altruístas, comerciantes leais e trabalhadores amorosos e generosos.

Alphonse Cahagnet "O pesquisador do mundos dos espíritos"

 

RELAÇÃO DE PERIÓDICOS PARA DOWNLOAD

 

Magnetiseur Spiritualiste - Alphonse Cahagnet (1849 1850) (Fr.) Vol. 01

 

Magnetiseur Spiritualiste - Alphonse Cahagnet (1851 1852) (Fr.) Vol. 02

 

Baixar todos materais no Google Driver

 

RELAÇÃO DE PERIÓDICOS PARA DOWNLOAD

 

Encyclopédie Magnétique Spiritualiste - Alphonse Cahagnet (1854 - 1855) (Fr.)

 

Encyclopédie Magnétique Spiritualiste - Alphonse Cahagnet (1856) (Fr.)

 

Encyclopédie Magnétique Spiritualiste - Alphonse Cahagnet (1858 - 1859) (Fr.)

 

Encyclopédie Magnétique Spiritualiste - Alphonse Cahagnet (1860 - 1861) (Fr.)

 

 Baixar todas as obras no arquivo zipado