AKOL - AllanKardec.online

Museu virtual - Historiografia do Espiritismo

(MANUSCRITOS RAROS DE ALLAN KARDEC) 

 

Museu Virtual de Manuscritos e Obras de Allan Kardec e do Espiritismo. O Museu AllanKardec.Online possui livros e documentos relativos à historiografia do espiritismo

 

AKOL - AllanKardec.online -  MUSEU VIRTUAL - Historiografia do Espiritismo

(IR DIRETO - PÁGINA DO Facebook)

 

AKOL -  AllanKardec.online -  MUSEU VIRTUAL - Historiografia do Espiritismo

 (IR DIRETO - PÁGINA DO SITE)

Apresentação:

MUSEU VIRTUAL ESPÍRITA

AKOL - ALLANKARDEC. ONLINE

 

Os itens que compõe o Museu Virtual Espírita - Akol - AllanKardec.online são raros, sendo que muitos são inéditos e totalmente desconhecidos da comunidade Espírita. O acervo disponibilizado é extremamente significativo, tanto do ponto de vista acadêmico, quanto como material de grande riqueza histórica para todos os interessados em estudar e pesquisar o trabalho do mestre Allan Kardec e do Espiritismo.

O museu virtual não vai medir esforços para tornar o acervo digitalizado de forma aberta para uma ampla variedade de usuários de todo o mundo, com o intuito de conhecimento, aprendizagem, estudos, ensino e pesquisa. Vamos procurar digitalizar todo o acervo e disponibilizá-lo, gratuitamente, para o bem e divulgação do Espiritismo, sem qualquer viés político ou ideológico.

Se você perguntar a algum frequentador assíduo de centro espírita, provavelmente receberá a seguinte resposta: o Espiritismo é uma doutrina revelada pelos espíritos superiores a Allan Kardec, que a codificou em cinco obras: O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese.

Para os estudiosos e livres pensadores do Espiritismo ele responderá que as obras do mestre Kardec são em número muito maior que isso, incluindo aí as REVISTA ESPÍRITAS - Jornal de Estudos Psicológicos, publicadas pelo mestre entre 1858 e 1869.

O objetivo do site é permitir que todos possam ter acesso a documentos raros e obras praticamente desconhecidos da quase totalidade do mundo Espírita, colaborando assim, para o desenvolvimento da Doutrina Espírita.

Além disso, e talvez o maior objetivo, é propiciar que pesquisadores possam efetuar estudos mais profundos nos documentos apresentados e tomar conhecimento de como Allan Kardec conduziu e elaborou seus estudos para a codificação da doutrina.

Com certeza, esta iniciativa propiciará que a história do Espiritismo seja mais conhecida e, quem sabe, reescrita através das novas informações e conhecimentos trazidos pelos documentos do acervo apresentado.

Assim seja e assim será!

Adair Ribeiro e Equipe

Curador do Museu Virtual Espírita

São Paulo, 27 de junho de 2020

Link: AKOL - AllanKardec.Online

 

 

O extraordinário acervo histórico espírita

do site AKOL - Allan Kardec.Online

 

ARTIGO PUBLICADO

NO SITE LUZ ESPÍRITA

 

Uma grata surpresa para a comunidade de estudiosos espíritas deste 2020 foi o lançamento do site Akol - Allan Kardec Online, idealizado por um grupo de pesquisadores e tendo como diretor o nosso confrade Adair Ribeiro, que, como curador do museu on-line, tem livremente disponibilizado as pesquisas na área da Historiografia Espírita e, como subsídio dessas mesmas pesquisas, um grande acervo de obras originais, dentre as quais, uma boa coleção de manuscritos de Allan Kardec, compondo assim um extraordinário Museu Virtual do Espiritismo.

O site Akol - Allan Kardec Online, como dissemos, reúne um importante acervo histórico concernente ao Espiritismo e temas relativos à essa doutrina. São vários e.books de obras raras, manuscritos e cartas de Kardec e outras personalidades espíritas, revistas, jornais etc.

Além disso, e tão relevantes quanto o referido acervo, o projeto disponibiliza relatórios de estudos e pesquisas historiográficas. Na fanpage do site no Facebook (veja aqui), encontramos, por exemplo, duas recentes publicações por demais consideráveis para o atual caso da Gênese, supracitado: 1) na postagem de 21 deste mês de maio, foi publicado o manuscrito inédito com a transcrição da mensagem do Espírito Galileu, pela mediunidade de Armand Desliens, direcionada a Allan Kardec, admoestando-o a fazer alterações no capítulo IX da obra em questão (A Gênese), o que se efetivaria justamente na versão revisada, corrigida e aumentada (a 5º edição de 1869); 2) na postagem de 23 do mesmo mês, temos detalhes técnicos que estreitam o período hipotético para a data de lançamento desta edição revisada, então circunscrita para o período entre abril e maio. (CONTINUAR LENDO)

Fotos Originais de Allan Kardec

Itens Integrantes do Acervo do Museu AKOL - AllanKardec.online

Société Parisienne des Études Spirites (SPEE)

Carte de Membre Titulaire (13/07/58)

 

Société Parisienne des Études Spirites (SPEE)

Carte de Membre Associé-Libre (31/01/1868)

 

A Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas - SPEE - possuía cartões de identificação para seus membros. Seja para membros titulares, seja para membros associados livres.

No Regulamento da SPEE, que pode ser encontrado no Livro dos Médiuns - Capítulo XXX, encontramos nos artigos 2º. e 3º. as definições e critérios para o ingresso na Sociedade como Sócio Titular e Sócio Livre.

As credenciais eram assinadas pelo presidente da Sociedade, o próprio Allan Kardec.

Nos cartões constavam o nome do associado, o seu endereço e a data de sua admissão.

Estes dois exemplos, um de 13/07/1858 e o outro de 31/01/1868, que fazem parte do acervo do museu AllanKardec.online.

Société Parisienne des Études Spirites (SPEE)

Itens Integrantes do Acervo do Museu AKOL - AllanKardec.online

 

Lista de Presença

Société Parisienne des Études Spirites (SPEE)

 

Nenhuma pessoa estranha à Sociedade era admitida nessa sessão, salvo em casos excepcionais e com assentimento prévio do Presidente, ou seja, do próprio Allan Kardec.

As sessões gerais ocorriam nas 2ª e 4ª sextas-feiras de cada mês. Nestas, estava autorizada a admissão de ouvintes estranhos, previamente cadastrados e devidamente apresentados ao Presidente, por um sócio. Estes ouvintes seriam as pessoas que desejassem se tornar associados, ou que simpatizavam com os trabalhos da Sociedade, e já suficientemente iniciadas na ciência espírita. Aos ouvintes era vedado o uso da palavra, salvo em casos excepcionais e a juízo do Presidente. O número dos ouvintes era limitado aos lugares disponíveis, que deveriam estar inscritos previamente num registro criado para esse fim, com indicação dos endereços e das pessoas que os recomendavam.

A assinatura da lista de presença era obrigatória pelos participantes das sessões. O silêncio e o recolhimento eram rigorosamente exigidos durante as sessões, e, principalmente, durante os estudos. Ninguém podia usar da palavra, sem a ter obtido do Presidente. Todas as perguntas aos Espíritos deviam ser feitas por intermédio do Presidente, que poderia recusar formulá-las, conforme as circunstâncias.

Eram vedadas todas as perguntas fúteis, as de interesse pessoal, de pura curiosidade, ou que tinham o objetivo de submeter os Espíritos a provas, bem como, todas as que não tinham um fim geral, do ponto de vista dos estudos e que pudessem gerar discussões capazes de desviar a sessão do seu objeto especial.

Nenhuma comunicação espírita, obtida fora da Sociedade, podia ser lida, antes de ser submetida, seja ao Presidente, seja à comissão, que tinham o poder de admitir ou recusar a leitura. Toda comunicação de fora da Sociedade, cuja leitura tivesse sido autorizada, deveria ter um cópia depositada em seus arquivos. Todas as comunicações que tivessem sido obtidas durante as sessões pertenciam à Sociedade, podendo os médiuns que as tomaram, tirar delas uma cópia.

Société Parisienne des Études Spirites (SPEE)

Itens Integrantes do Acervo do Museu AKOL - AllanKardec.online

Este documento é o impresso de um CERTIFICADO DE MEMBRO HONORÁRIO da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas. De acordo com o regulamento da SPEE, que pode ser encontrado no Livro dos Médiuns – Capítulo XXX, a Sociedade permite, em seu artigo 2º, a possibilidade da concessão de um documento, a pessoas residentes na França ou no estrangeiro, que pudesse reconhecer uma pessoa pelos seus comprometimentos e esforços em prol do Espiritismo.

Société Parisienne des Études Spirites (SPEE)

Itens Integrantes do Acervo do Museu AKOL - AllanKardec.online

Recibo no valor de vinte e quatro francos, datado de 01 de abril de 1866, relativo à cotização como membro da SPEE - Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, pelo período de um ano. A SPEE estava localizada na 59, rue et passage Saint-Anne.

A título de informação e para a devida comparação, o Livro dos Espíritos era vendido em 31/12/1866 por 3,50 francos.

Société Parisienne des Études Spirites (SPEE)

Itens Integrantes do Acervo do Museu AKOL - AllanKardec.online

Este pequeno livreto de vinte e duas páginas é o Estatuto da Société Scientifique du Spiritisme, Anonyme et à Capital Variable - Sociedade Científica do Espiritismo, Anônima e de Capital Variável - que, através da Assembleia Geral Extraordinária de 1º de agosto de 1883, passou a ter esta denominação.

O fato ocorreu após o desencarne de Amélie Boudet em 21 de janeiro de 1883.

É curioso o nome manuscrito no alto à direita da capa – Madame Lachaud. Lembremo-nos que o nome do advogado de Pierre-Gaëtan Leymarie no chamado Processo dos Espíritas, em 1875, era Dr. Lachaud!

A Sociedade para Continuação das Obras Espíritas de Allan Kardec, fundada em 29/07/1869, por Amélie Boudet, estava inicialmente instalada na Rue de Lille, 7 – Paris, cujo Estatuto pode ser encontrado na Revista Espírita de agosto de 1869.

Em 1º de junho de 1878, a Sociedade mudou o seu endereço, junto com sua livraria e a Revue Spirite, para a rue Neuve des Petits Champs, 5.

Em 25 de junho de 1878, ocorreu a festa de inauguração da criação da Société Scientifique d’Études Psychologiques - Sociedade Científica de Estudos Psicológicos, que estava vinculada à Sociedade Anônima (vide foto).

Este livreto contém o Estatuto original da Sociedade Anônima, bem como as atas com as modificações ocorridas nas Assembleias Gerais Extraordinárias realizadas em: 11 de fevereiro de 1877; 26 de março de 1883; 08 de abril de 1883; 1º de agosto de 1883 (que altera o nome da Sociedade Anônima); 16 de agosto de 1883; 19 de fevereiro de 1885 (ata manuscrita); 22 de julho de 1885 (manuscrita); 30 de setembro de 1888 (ata manuscrita e que altera o nome da sociedade para Sociedade da Livraria Espírita fundada por Allan Kardec).

Itens Integrantes do Acervo do Museu AKOL - AllanKardec.online

Fontes: Canal Espiritismo com Kardec (LIPE 2020 - Os Dossiês de Kardec e a História do Espiritismo - Apresentação de Adair Ribeiro Júnior - Curador do Museu Virtual Espírita - Akol - AllanKardec.online)

Fonte: Akol - Allankardec.Online - Museu Virtual - Historiografia do Espiritismo (Página do Facebook)

Fonte: Akol - Allankardec.Online - Museu Virtual - Historiografia do Espiritismo (Página do Site)

Fonte: CSI Espiritismo (FaceBook)

Fonte: Luz Espírita - Espiritismo em Movimento (Apresentação do acervo histórico espírita do site Allan Kardec.Online)

 

AKOL - AllanKardec.online

Museu virtual - Historiografia do Espiritismo

(MANUSCRITOS RAROS DE ALLAN KARDEC) 

 

00 - APRESENTAÇÃO - Museu Virtual - AKOL AllanKardec.online

 

1. Curiosidades da Primeira Edição em português do livro A Gênese

 

2. Manuscrito da Escritura de posse de Amélie Boudet – Sra. Kardec - dos quadros de Monvoisin

 

3. Catálogo Racional das obras para se fundar uma Biblioteca Espírita

 

4. Manuscrito Inédito de Allan Kardec - Catálogo Racional

 

5. Manuscrito inédito de 21 11 1868 da evocação do Sr. Didier através do médium A. Desliens com correções no texto feitas por Allan Kardec

 

6. Manuscrito Inédito 20 04 1866 de P. G. Leymarie

 

7. Manuscrito inédito 11 04 1860 de Allan Kardec Solicitação ao Prefeito da Polícia para a mudança de endereço da SPEE para rue Sainte Anne

 

8. Regulamento da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas e suas modificações ao longo do tempo até o desencarne de Allan Kardec

 

9. Manuscrito inédito de 18 09 1868 de A. Desliens - “Regeneração dos povos do Oriente” – O caminho percorrido até a sua publicação na R. E.

 

10. A Hermenêutica e uma pequena análise sobre a alteração do item 1 Capítulo XIV do livro A Gênese

 

11. Manuscrito inédito de Allan Kardec – Os planos do mestre com relação à Doutrina Espírita

 

12. Mais uma grande peça sendo juntada ao quebra-cabeça de A Gênese - Análise do artigo “Fotografia do Pensamento” - R. E. junho de 1868

 

13. Manuscrito inédito de 22 09 1868 - Mais algumas peças do quebra-cabeça de A Gênese

 

14. Manuscrito inédito de 01 08 1868 - Kardec seguiu os ensinamentos e os conselhos dados pelo Espírito Galileu nas alterações do Capítulo IX da 5ª Edição de Gênese

 

15. Manuscrito de Kardec - 22 de fevereiro de 1868 (Conselhos sobre A Gênese)

 

16. Manuscrito de Kardec - 18 de julho de 1868 (Correção de A Gênese)

 

Baixar todos os materiais no arquivo zipado