ALLAN KARDEC - A GÊNESE

os milagres e as predições segundo o Espiritismo

 

A Doutrina Espírita há resultado do ensino coletivo e concordante dos Espíritos.

— A Ciência é chamada a constituir a Gênese de acordo com as leis da Natureza.

— Deus prova a sua grandeza e seu poder pela imutabilidade das suas leis e não pela ab-rogação delas.

— Para Deus, o passado e o futuro são o presente

EDITORA FEB

EM PDF

 

Allan Kardec - La Genèse

Les Miracles et les Prédictions Selon le Spiritisme

LIBRAIRE INTERNATIONALE - 15, boulevard Montmartre

Et au bureau de la Revue spirite, 59, rue et passage Ste-Anne

01ª ÉDITION - PARIS (1868)

Sinopse da obra:

Quinta e última das obras básicas da Codificação do Espiritismo, “A Gênese – os Milagres e as Predições segundo o Espiritismo” é um livro que, conhecido e estudado, proporciona uma oportunidade excepcional de imersão em grandes temas de interesse universal, abordados de forma lógica, racional e reveladora.

Divide-se a obra em três partes: na primeira parte analisa a origem do planeta Terra, de forma coerente, fugindo às interpretações misteriosas e mágicas sobre a criação do mundo; na segunda parte aborda a questão dos milagres, explicando a natureza dos fluidos e os fatos extraordinários contidos no Evangelho; na terceira parte enfoca as predições do Evangelho, os sinais dos tempos e a geração nova, que marcará um novo tempo no mundo com a prática da justiça, da paz e da fraternidade.

Os assuntos apresentados nos dezoito capítulos desta obra têm como base a imutabilidade das grandiosas Leis Divinas.

Temas doutrinários:

Em janeiro de 1868, começaram a circular pelas principais livrarias da França os exemplares da nova obra assinada por Allan Kardec.

Mais uma vez, o professor fez questão de ser o mais didático possível na apresentação de seu livro: A gênese — ou os milagres e as predições segundo o espiritismo. O longo subtítulo estampado na capa resumia, em algumas linhas, os conceitos-chaves do texto: “A doutrina espírita é o resultado do ensino coletivo e concordante dos espíritos. A ciência é chamada a constituir a gênese segundo as leis da natureza. Deus prova sua grandeza e seu poder pela imutabilidade de suas leis, e não pela suspensão. Para Deus, o passado e o futuro são o presente.”

A Gênese soava, em muitos trechos, como um resumo das ideias centrais de suas obras anteriores, uma repetição de conceitos já tantas vezes dissecados e defendidos.

O velho professor Rivail — estudioso da química e da biologia — irrompia, de vez em quando, em lições básicas como esta:

Dois elementos, ou se quiserem, duas forças regem o universo: o elemento espiritual e o elemento material. Da ação simultânea desses dois princípios nascem fenômenos especiais, que se tornam naturalmente inexplicáveis, se não levarmos em conta um deles, exatamente como a formação da água seria inexplicável se desprezássemos um de seus dois elementos constituintes: o oxigênio e o hidrogênio.

Kardec cava indignado quando alguém se referia às manifestações dos espíritos como fenômenos sobrenaturais. Onde os materialistas apontavam fraude ou ilusão, identificava ciência e filosofia:

Ao nos revelar o mundo invisível que nos cerca, no meio do qual vivíamos sem disso suspeitar, assim como as leis que o regem, suas relações com o mundo visível, a natureza e o estado dos seres que o habitam e, por conseguinte, o destino do homem após a morte, [o espiritismo] é uma verdadeira revelação na acepção científica da palavra.

Pelo espiritismo, finalmente, o homem soube de onde veio, para onde vai, por que está na Terra e por que é submetido a tantas provas e dores.

Neste livro — o último que publicaria —, Kardec listava, com concisão e espírito didático, as revelações básicas da doutrina:

A alma progride incessantemente, através de uma série de existências sucessivas, até que tenha atingido o grau de perfeição que pode aproximá-la de Deus. (...)

Sobre a gênese de todos nós, outras informações sucintas, capazes de atenuar — e até justificar — o peso de sofrimentos ou injustiças brutais:

Todas as almas nascem iguais, com aptidão para progredir em virtude do seu livre-arbítrio. Todas as almas são da mesma natureza e só há entre elas a diferença do progresso realizado.

Por esta lógica, colhemos o que plantamos, movidos por nosso livre-arbítrio, de acordo com as leis de causa e efeito, ação e reação:

Como depende de cada um o seu aperfeiçoamento, cada um pode, em virtude do seu livre-arbítrio, prolongar ou abreviar seus sofrimentos, como o doente que sofre pelos seus excessos enquanto não para de praticá-los.

Em outros capítulos do livro, sinais da exaustão de Kardec e de uma certa nostalgia dos tempos de Rivail. No capítulo IX, por exemplo, uma aula de geografia, com parágrafos disponíveis em qualquer livro dedicado ao estudo do fenômenos geológicos provocados pelo fogo e pela água na trajetória do globo terrestre.

Kardec precisava descansar, mas não descansava. Novos adversários, como o abade Poussin, continuariam a incomodar.

Fontes: Kardec - A Biografia - Marcel Souto Maior

Apresentação de Allan Kardec:

BIBLIOGRAFIA

(À VENDA NO DIA 6 DE JANEIRO DE 1868)

A GÊNESE

OS MILAGRES E AS PREDIÇÕES SEGUNDO O ESPIRITISMO

POR ALLAN KARDEC

SUMÁRIO

Introdução

I – Caráter da revelação espírita.
II – Deus – Existência de Deus – Da natureza divina – A Providência – A visão de Deus.
III – O bem e o mal – Origem do bem e do mal -A inteligência e o instinto – Destruição dos seres vivos uns pelos outros.
IV – Papel da Ciência na Gênese.
V – Antigos e modernos sistemas dos mundos.
VI – Uranografia geral – O espaço e o tempo – A matéria – As leis e as forças – A criação primeira – A criação universal – Os sóis e os planetas – Os satélites – Os cometas – A Via-Láctea – As estrelas fixas – Os desertos do espaço – Eterna sucessão dos mundos – A vida universal – A Ciência – Considerações Morais.
VII – Esboço geológico da Terra – Períodos geológicos -Estado primitivo do globo – Período primário – Período de transição – Período secundário – Período terciário – Período diluviano – Período pós-diluviano, ou atual – Nascimento do homem.
VIII – Teorias da Terra – Teoria da projeção (Buffon) – Teoria da condensação – Teoria da incrustação.
IX – Revoluções do globo – Revoluções gerais ou parciais – Dilúvio bíblico – Revoluções periódicas – Cataclismos futuros.
X – Gênese orgânica – Formação primária dos seres vivos – Princípio vital – Geração espontânea – Escala dos seres corpóreos – O homem.
XI – Gênese espiritual – Princípio espiritual – União do princípio espiritual à matéria – Hipótese sobre a origem do corpo humano – Encarnação dos Espíritos – Reencarnação – Emigração e imigração dos Espíritos – Raça adâmica – Doutrina dos anjos decaídos.
XII – Gênese moisaica – Os seis dias – O paraíso perdido.

OS MILAGRES

XIII – Caracteres dos milagres.
XIV – Os fluidos – Natureza e propriedade dos fluidos – Explicação natural de alguns fatos considerados sobrenaturais.
XV – Os milagres do Evangelho – Observações preliminares – Sonhos – Estrela dos magos – Dupla vista – Curas – Possessos – Ressurreições – Jesus caminha sobre as águas – Transfiguração – Tempestade aplacada – Bodas de Caná – Multiplicação dos pães – Tentação de Jesus – Prodígios na morte de Jesus – Aparição de Jesus depois da morte – Desaparecimento do corpo de Jesus.

AS PREDIÇÕES

XVI – Teoria da presciência.
XVII – Predições do Evangelho – Ninguém é profeta em sua terra – Morte e paixão de Jesus – Perseguição dos apóstolos – Cidades impenitentes – Ruína do Templo e de Jerusalém – Maldições aos fariseus – Minhas palavras não passarão – A pedra angular – Parábola dos vinhateiros homicidas – Um só rebanho e um só pastor – Advento de Elias – Anunciação do Consolador – Segundo advento do Cristo – Sinais precursores – Vossos filhos e vossas filhas profetizarão – Juízo final.
XVIII – Os tempos são chegados – Sinais dos tempos – A geração nova.

Allan Kardec

Revista Espírita de Janeiro de 1868

Ver no site a portentosa obra "A Caminho da Luz" que foi ditado ao médium Francisco Cândido Xavier pelo espírito de Emmanuel

Fontes: Canal Espírita Jorge Hessen (Allan Kardec - A Gênese)

Fontes: Canal Espírita Jorge Hessen (O Espiritismo De Kardec Aos Dias De Hoje - Filme Completo) (Documentário Produzido pela Federação Espírita do Brasil)

Fontes: Fundação Maria Virgínia e J. Herculano Pires

"Quando o Espírito tem de encarnar num corpo humano em vias de formação, um laço fluídico, que mais não é do que uma expansão do seu perispírito, o liga ao gérmen que o atrai por uma força irresistível, desde o momento da concepção. À medida que o gérmen se desenvolve, o laço se encurta; sob a influência do princípio vito-material do germe, o perispírito, que possui certas propriedades da matéria, se une, molécula a molécula, ao corpo em formação, donde o poder dizer-se que o Espírito, por intermédio do seu perispírito, se enraíza, de certa maneira, nesse germe como uma planta na terra, quando o gérmen chega ao seu pleno desenvolvimento, completa é a união; nasce, então o ser para a vida exterior."

Allan Kardec "A Gênese"

"O progresso material de um planeta acompanha o progresso moral de seus habitantes; ora, sendo incessante, como é, a criação dos mundos e dos Espíritos e progredindo estes mais ou menos rapidamente, conforme o uso que façam do livre arbítrio, segue-se que há mundos mais ou menos antigos, em graus diversos de adiantamento físico e moral, onde é mais ou menos material a encarnação e onde, por conseguinte, o trabalho, para os Espíritos, é mais ou menos rude.

Deste ponto de vista, a Terra é um dos menos adiantados. Povoada de Espíritos relativamente inferiores, a vida corpórea é aí mais penosa do que noutros orbes, havendo-os também mais atrasados, onde a existência é ainda mais penosa do que na Terra e em confronto com os quais esta seria, relativamente, um mundo ditoso."

Allan Kardec "A Gênese"

 

 

ALLAN KARDEC

A GÊNESE

DOWNLOAD LIVROS GRÁTIS

EM PDF

 

Allan Kardec - A Gênese

 

Allan Kardec - La Genèse - Les Miracles et les Prédictions Selon le Spiritisme - 1ª Édition (1868) (Fr)